A esperança na fé..

Dou graças ao meu Deus por tudo que recordo de vós,fazendo sempre, com alegria, por todas as minhas orações,pela vossa cooperação no evangelho,desde o primeiro dia até agora.Estou plenamente certo de que aquele que começou a boa obra em vós há de completá-la até ao Dia de Cristo Jesus.

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Bate-Seba

Perdoada e Restaurada Bate Seba era a bela esposa de Urias,o eteu,
um fiel e leal comandante do exército do rei Quando Bate-Seba soube que estava grávida,depois do seu encontro adultério com o rei Davi ela o avisou.Davi trouxe o marido dela da batalha,na esperança de que ela teria intimidade com Bate-Sela é assim se considerasse o pai da criança que ela esperava.Quando esse plano fracassou,Davi tomou providencias para que Urias fosse morto no campo de batalha e,então enviou mensageiros para irem buscar Bate-Seba e a levarem ao seu palácio.Apesar de possivelmente,ter rejeitado as primeiras propostas do rei,a essa altura fica evidente que ela não teve escolha.
Será que ela percebeu que a morte do seu marido era resultado de uma ordem expressa do rei? O que passou por sua mente quando ouviu as palavras de julgamento do profeta Natã contra o rei?Quando Davi foi consolá-la depois da morte deu seu filho (2Sm 12.24),será que ela se esquivou dele,o homem que havia causado a morte de um marido leal,que confiava nela e que havia levado  o julgamento sobre seu filho?Ela pranteou a morte de seu marido (2Sm.11.26) e seu coração quase se partiu ao segurar seu bebé,que estava a morte,vendo sem nada poder fazer,a vida escapar do corpinho dele.Apesar de seu amor e mesmo depois de o rei jejuar e implorar a Deus pela vida de seu filho,o bebé morreu.Porém,no devido tempo,Bate-Seba teve outro filho.Salomão.
Como rainha,ela devia estar a par das muitas intrigas que ocorreram quando os filhos de Davi se levantaram contra ele e lutaram entre si para tomar o poder do rei.Quando Davi estava perto do final de sua vida,Bate-Seba ouviu boatos de que outros dos filhos de Davi Adonias--havia se proclamado rei,Politicamente astuta o suficiente para saber que a sucessão de seu próprio filho estava em perigo,ela deve ter se enchido de gratidão quando o profeta Natã apresentou um plano para assegurar que a promessa de Davi de que Salomão se sentaria em seu trono fosse cumprida.
Percebendo que precisaria agir com rapidez estabelecer Salomão como sucessor  do trono aos olhos do povo,Davi deu instruções para o sumo sacerdote ungir Salomão como rei.Salomão,então,serviu como co-regente até a morte de Davi. Na posição de rainha-mãe Bate Seba desfrutou da mais respeito e exerceu autoridade sobre as mulheres da casa do rei.
Bate-Sebe viveu por muitos anos,Vitima de lascívias de um rei mãe em agonia,estrategista política e respeitada rainha-mãe,suas experiencias abrangiam tanto o melhor como o pior,dos pontos mais altos aos baixos das emoções e circunstâncias humanas.Porém,talvez afinal,o escândalo de seu adultério  tenha sido  superado por seu legado como a mãe do rei mais sábio de Israel. 
Testo extraído da Bíblia da Mulher